Paes Mendonça compra da BR Malls 20% do Granja Vianna

 

JCPM

O grupo Pernambucano JCPM, do empresário João Carlos Paes Mendonça, aumentou sua presença no mercado paulista de shopping centers, ao comprar 20% do Shopping Granja Vianna da BR Malls. O empreendimento está sendo construído em Cotia, na região metropolitana de São Paulo.Sem revelar valores, Paes Mendonça afirmou que a aquisição é parte da estratégia de ganhar corpo no mercado de São Paulo, o maior do Brasil, onde a JCPM detinha participação somente no Shopping Villa-Lobos, no qual a BR Malls tem 39,7%. As duas empresas também são sócias no Shopping Recife, na capital pernambucana.

De acordo com o empresário, a decisão de comprar a fatia no Granja Vianna surgiu de um "longo namoro" entre JCPM e BR Malls. Paes Mendonça, entretanto, se esquivou de responder se a participação teria sido oferecida pela BR Malls. "A gente sempre conversa com eles, não houve uma oferta direta de alguma parte", afirmou.Para analistas, a venda da participação é positiva para a BR Malls, visto que reduz a exposição da empresa ao risco do empreendimento, que deve ser inaugurado no primeiro trimestre de 2011, em uma área de 30 mil m2. Para dar conta do investimento, a BR Malls tomou R$ 94,6 milhões emprestados do Santander, montante que será pago em dez anos.

Com a venda para a JCPM, a BR Malls reduziu de 90% para 70% a sua participação no Shopping Granja Vianna. A fatia média da companhia nos 35 shoppings em que participa é de 44,7%, sendo que em 11 detém mais da metade das ações. Os analistas não acreditam, entretanto, que a venda dos 20% do Shopping Granja Vianna possa estar ligada a uma eventual saída gradativa da GP Investimentos do corpo de acionistas da BR Malls. A possibilidade passou a ser considerada diante da grande valorização das ações da empresa, que poderia proporcionar à GP uma oportunidade interessante de desinvestimento.

"Se estivesse vendendo participação em um shopping que já opera, como o Villa-Lobos, poderia até fazer sentido. Mas como é algo que nem entrou em operação, acredito que não haja qualquer relação", disse um analista que preferiu não ter o nome publicado. Do lado da JCPM, Paes Mendonça garante que a estratégia é seguir comprando participações em shoppings de São Paulo, porém sempre minoritárias. "Nossa intenção é liderar projetos apenas no Nordeste, onde estamos próximos e temos a tradição de varejistas", disse. Em 2000, o empresário vendeu para o fundo holandês Royal Ahold a rede de supermercados Bompreço, que em 2004 foi revendida para o Walmart, por US$ 300 milhões.

Além do Villa-Lobos, do Recife e, agora, do Granja Vianna, o grupo JCPM tem participação em outros sete shoppings: Tacaruna (67%), Plaza (23%) e Guararapes (50%), em Pernambuco; Jardins (60%) e Riomar (60%), em Sergipe; e Salvador Shopping (95%) e Salvador Norte (60%), na capital baiana. O grupo pernambucano também tem negócios nos setores de construção civil e de comunicação.

Quer receber mais notícias como esta? Cadastre-se aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: