Lucy Onodera fala sobre a rede de estética Onodera, para o jornal Valor Econômico.

imageLucy Onodera, presidente da Onodera: comemoração dos 30 anos da empresa com mudança de slogan e perspectiva de abrir dez unidades por ano até 2015

Peeling e compreensão Hoje, termos como drenagem linfática, massagem redutora e peeling fazem parte do dia a dia e não desafiam o vocabulário. Mas quando a Onodera começou, há 30 anos, o conceito de tratamento estético feminino dava os primeiros passos. "Quando eu tinha uns 8 anos e contava na escola para os meus professores e amiguinhos que minha mãe trabalhava com estética, quase ninguém entendia o que eu estava falando", diz Lucy Onodera, que está à frente do negócio da família desde 1998. Com o passar do tempo, as pessoas compreenderam melhor o sentido de um espaço voltado para a beleza e agora é a Onodera que pretende saber mais sobre suas clientes. No ano passado, Lucy encomendou uma pesquisa nacional para apurar preferências e hábitos de sua consumidora. Ainda não tem esses dados tabulados, mas já decidiu mudar o slogan da rede para: "mais do que atender, entender você". "Queremos saber o que a nossa cliente considera importante para oferecer resultados mais focados." Com o avanço da tecnologia, isso fica mais fácil. "As novas máquinas permitem fazer mais de um tratamento ao mesmo tempo. Se antes a cliente passava duas horas e meia na clínica, hoje fica menos de uma hora e sai mais feliz." Atualmente, a Onodera está com 54 unidades, presentes em 12 Estados brasileiros. Destas, nove são próprias. Este ano, a expectativa é de abrir mais dez lojas franqueadas. Já há pontos acertados em Brasília (DF), Juiz Fora (MG), Fortaleza (CE) e Niterói (RJ). "Queremos crescer nas principais capitais do país." Nos próximos três anos, o plano é de inaugurar dez lojas por ano. "Não podemos fazer uma expansão muito agressiva porque oferecemos serviço. Precisamos ter um controle dos nossos franqueados, para ter certeza de que o atendimento não será prejudicado." Além de avaliações mensais, Lucy também usa "clientes ocultas" para testar algumas lojas. "Tenho várias clientes desse tipo, em diversos Estados. Normalmente as envio a uma franquia que não está rendendo como deveria ou tem muitas reclamações. São pessoas-chave para mantermos a nossa qualidade porque nos dão informações que não seria fácil apurar de outra maneira." Quanto à concorrência, Lucy considera não ter uma rede semelhante no Brasil. "Os nossos verdadeiros concorrentes são pulverizados: é o spa do cabeleireiro, a massagista que vai a domicílio e a clínica do dermatologista." Como os tratamentos mexem no bolso da cliente, a empresária acredita que também disputa espaço no orçamento da consumidora com "uma viagem, a compra de um celular e de uma roupa maravilhosa".

image

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: