Brasil é apontado como o segundo maior mercado de franquias

22/06/2012

Pesquisa aponta Goiânia e Anápolis como as duas cidades mais promissoras para o setor no estado

O Brasil é o segundo país em número de franqueadores, com 2.226 marcas. O mercado nacional de franquias é maior que o dos Estados Unidos, que tem 1,5 mil marcas.

Com relação ao número de empresas franqueadas, o Brasil cai para a quarta posição, com 160.272 registros, atrás da China (200.000), Japão (235.000) e Estados Unidos (784.802).

Segundo a Associação Brasileira de Franchising, ABF, O Boticário é a maior rede do setor, com 3.337 lojas, seguida da Colchões Ortobom, que tem mais de 1,7 mil unidades e do Kumon Instituto de Educação, com mais de 1,5 mil escolas. O Sudeste é a região que mais concentra franquias, com 70,5% das marcas. Em seguida, aparece o Sul (17,3%) e o Nordeste (7,7%). O Centro-Oeste tem apenas 3,6% das marcas e o Norte 0,8%. São Paulo (51,1%), Rio de Janeiro (12,7%) e Paraná (8,2%) são os três estados com maior número de sedes de franquias.

O levantamento aponta Goiânia e Anápolis como as melhores cidades de Goiás para se investir em uma franquia. Em Goiânia, indica a pesquisa, os melhores setores são, pela ordem, Automotivo, Hotelaria e Turismo, Educação e Treinamento, Saúde e Beleza, Construção, Vestuário e Acessórios, Livrarias, Alimentação, e Infantil. Já em Anápolis são citados Educação e Treinamento, Automotivo, Construção e Mobiliário, Infantil, Alimentação, Saúde e Beleza, Hotelaria e Turismo, Vestuário e Acessórios, e Livrarias.

Fonte: Portal Administradores

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Para saber mais informações sobre franquias, clique aqui.

Anúncios

Rede de franquia Griletto implantou programa de capacitação online dos funcionários

04/04/2012

Por Marina Rossi

Depois de investir tempo e dinheiro no treinamento de funcionários e perceber que, ainda assim, os empregados abandonavam o trabalho, a rede Griletto partiu para uma nova estratégia: Usar uma ferramenta digital para treinar e preparar a equipe, a Universidade Digital.

O projeto envolve cursos online em diversos módulos e com um foco diferente para cada setor da rede. Por isso, as aulas – que são feitas com vídeos, textos e exercícios – são diferentes para o auxiliar de cozinha, e o atendente, por exemplo.

A nova tecnologia está sendo usada por todos os 1,3 mil funcionários das 90 lojas de todo o país.

Como os cursos são todos online, o funcionário pode fazer de casa ou usar o computador da loja. No final, todos recebem um diploma – o que, segundo a rede, faz com que os funcionários sintam-se valorizados – e podem vir a ser promovidos.

Fonte: Blog do Guilherme Barros (IstoÉ Dinheiro)


Sorridents inaugura segunda clínica em Natal

03/04/2012

Sorridents Clínicas Odontológicas, rede de franquias referência em Odontologia no Brasil, comemora a abertura de mais uma franquia em Natal, somando duas clínicas na cidade. A chegada da nova clínica comprova o sucesso da Sorridents no atendimento à família. Com a abertura, a rede se consagra com a marca de 131 clínicas em funcionamento em onze estados brasileiros. A meta é chegar a 500 unidades em todo o Brasil até 2016.

A capital potiguar é a vigésima cidade mais populosa do país. Registrou, em 2011, uma população de 810.780 habitantes e, na última década, alcançou o dobro do crescimento populacional de todas as quatro regiões administrativas da cidade juntas, além de ser a sede da quarta maior Região Metropolitana do Nordeste brasileiro, 15ª maior do país e 369ª maior do mundo. Ainda assim, a Zona Norte de Natal está em elevado ritmo de crescimento, pois possui um aeroporto em construção para atender a demanda relacionada à chegada de turistas durante a Copa de 2014. Por isso, com a elevação do poder aquisitivo da população, os cuidados básicos com a saúde passam a ser prioridade.

Para o franqueado Artur Lopes Pedrosa, a abertura desta unidade gerará importante desenvolvimento para a região. “Meu irmão, que é dentista, já trabalhava na rede há dois anos e viu a possibilidade de abrirmos nosso próprio negócio com segurança, já que constatou muita organização por parte dos franqueados e da franqueadora. Além disso, a cidade de Natal possui uma excelente demanda para serviços de qualidade como os que oferecemos”, explica Pedrosa.

Justamente por este enorme potencial de consumo e carência por serviços odontológicos de qualidade e com preço justo, a Sorridents aposta no crescimento em regiões onde já existem outras clínicas da rede. “Em 2012 continuamos seguindo a nossa estratégia de crescer em espiral, ocupando áreas onde já somos conhecidos pelos pacientes e onde o novo franqueado também encontra outras clínicas de sucesso, da própria rede, como referência para tocar seu negócio. Com este plano de negócios conseguimos atender às necessidades do nosso público e dar o suporte que o franqueado necessita”, afirma Cleber Soares, vice-presidente da Sorridents.

A missão da Sorridents é propiciar saúde bucal ao maior número de pessoas possível, por meio de um bom atendimento e com segurança, o que garantiu à rede a liderança no segmento de clínicas odontológicas na América Latina. O projeto arquitetônico das clínicas foi desenvolvido para proporcionar fácil acesso, conforto e comodidade a todos os pacientes, oferecendo sempre construções com acesso térreo para facilitar, inclusive, a locomoção de pessoas portadoras de necessidades especiais.

A unidade, que possui aproximadamente 160 metros quadrados, está instalada no bairro de Igapó, na zona norte de Natal, e inicia as operações com seis consultórios para atendimento. Possui equipamentos de alta tecnologia e uma equipe completa de dentistas parceiros, oferecendo em um único local todas as especialidades da Odontologia, da pediatria à geriatria. A clínica ainda possui espaço kids, destinado ao entretenimento de pacientes com idade até 10 anos. Os consultórios para atendimento ao público também contam com cores e decoração diferenciadas para garantir que o cuidado com a saúde bucal torne-se uma atividade rotineira e agradável.

“Quando pensamos o modelo de negócios da Sorridents tínhamos o objetivo de concentrar em uma única clínica todas as especialidades da Odontologia exatamente para que fossemos reconhecidos como a clínica da família. Queremos que a mãe tenha o conforto de ir ao dentista e aproveitar para consultar o seu filho em uma única visita”, diz Soares.

Para saber mais, acesse: http://www.franquia.com.br/franquia/sorridents-clinicas-odontologicas


Max Sushi dá toque brasileiro à culinária japonesa

12/03/2012

A Max Sushi, primeira franquia de self service de comida japonesa do Brasil, quer expandir o negócio e encerrar 2012 com 6 novas lojas. Original de Goiânia, a marca possui 3 unidades próprias e 5 franqueadas em Goiás, Belo Horizonte, Brasília e Santos.

O plano de crescimento foi desenhado pela Franchise Store, primeira loja de venda de franquias do mundo, e contempla as principais capitais do país. Nos restaurantes da rede, todos os pratos são feitos na hora e o peixe é fresco.  São mais de 20 tipos de sushi, sashimi e temaki, inclusive de salmão, além dos pratos quentes shimeji e yakissoba. Os molhos são uma atração à parte.  Criados pelos donos da Max Sushi, são feitos com morango, maracujá e abacaxi e dão um sabor abrasileirado a comida japonesa.“Além da novidade do fast food, o Max Sushi conseguiu dar um toque brasileiro à culinária japonesa. A mistura de peixes e raízes com o sabor das frutas tropicais deixa o prato muito mais saboroso. Além disso, a rede não trabalha com peixes congelados e desenvolve fornecedores regionalmente, o que torna a comida mais fresca e saudável”, diz Filomena Garcia, diretora da Franchise Store.

O investimento mínimo em uma franquia da rede é de R$ 255 mil e o retorno previsto é em 24 meses. O faturamento médio por loja gira em torno de R$ 200 mil. Para saber mais sobre as franquias Max Sushi, acesse: www.franquia.com.br/franquia/max-sushi

 image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin


Setor de franquias cresce 16,9% em 2011

01/03/2012

De acordo com a ABF, Associação Brasileira de Franchising, o segmento de franquias do Brasil cresceu 16,9% em 2011, atingindo o faturamento de R$ 88,8 bilhões. Atualmente, o franchising representa 2,3% do PIB nacional (considerando um crescimento do PIB de 3,5%, em 2011).

O estudo da ABF revela que o setor cresceu um pouco mais do que o esperado e que o bom momento da economia nacional e o aumento da renda da população foram os principais motivos dessa alta.

Os dados foram compilados pela ABF, tendo como base as 2.031 marcas de franquias atuantes no país. Para 2012, a entidade acredita que o ritmo de crescimento fique em torno de 15%.

“O crescimento do setor é sustentável e acompanha a economia do País, apesar de estar crescendo muito acima do PIB”, afirma Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF. Segundo ele, 15% de crescimento para 2012 é um excelente número e pode até ser considerado conservador, uma vez que estão previstos 43 novos shopping centers ao longo de 2012.

O número de redes em operação no Brasil cresceu 9,5% e o número de unidades (franqueadas e próprias) chegou a 93.098, que significa um incremento de 7,8% em relação ao ano anterior. Essa expansão resultou na abertura de mais de 60,5 mil novos postos de trabalho. O setor é responsável hoje por mais de 837 mil empregos diretos. Em 2012, o franchising será responsável por 913 mil empregos.
O crescimento no número de unidades poderia ser ainda maior, de acordo com o levantamento. Porém, o alto custo dos imóveis (luvas, aluguéis etc) registrado em praticamente todas as regiões do país inibiu a abertura de novos pontos de venda.
 “As redes de franquia avaliam minuciosamente o ponto comercial, pois nem sempre é possível repassar o custo do aluguel para o preço do produto ou serviço oferecido. No último ano, esse custo aumentou entre 2% e 4%, principalmente, no primeiro semestre”, explica o executivo.
O número de microfranquias, cujo investimento inicial é de até R$ 50 mil, saltou de 213 para 336, em 2011. Elas já representam 17% do total de marcas e 4% do faturamento do setor, ou seja, R$ 3,7 bilhões.Em 2011, surgiram 176 novas franquias no mercado. Desse total, muitas são marcas já conhecidas do consumidor brasileiro, mas que somente no ano passado adotaram o modelo de franquias como forma de expansão. Entre elas, destacam-se a TAM Viagens, o supermercado Dia%, a loja de roupas Arte na Rua e as marcas Lupo, Hope, entre outras.O interesse no Brasil continua alto e, por isso, muitas redes internacionais continuam sondando o mercado nacional. A tendência é de aumento de marcas estrangeiras em operação no Brasil nos próximos anos. Já as redes nacionais, apesar do grande potencial da economia local, não deixaram de pensar na internacionalização. Ao final de 2011, 90 marcas brasileiras já possuíam operações no exterior.  Elas estão presentes em 58 países, em todos os continentes, o que representa 4,7% do total das marcas nacionais.

Por: Portal Varejo

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin


Spoleto cresce em 2011 e grupo inicia o ano com novo nome

22/02/2012

 

A rede Spoleto obteve em 2011 faturamento de R$ 402 milhões, 16% a mais do que em 2010 e acima do projetado para o ano. Seu crescimento físico também foi significativo, alcançando a marca de 11%, resultado da inauguração de 28 novas lojas. A estimativa para 2012 é manter o mesmo ritmo de crescimento e abrir 30 novas unidades, chegando ao faturamento de R$ 471,2 milhões (o equivalente a 17% de crescimento). Hoje a rede possui 311 restaurantes. São 283 no Brasil e 28 no exterior – 26 no México e duas na Espanha.

O Spoleto pertence ao grupo TRIGO (antigo grupo Umbria), 100% brasileiro de gestão de food service, formado ainda pelas redes alimentícias Domino’s Pizza e Koni Store. O sistema – que engloba a controladora das lojas próprias, distribuidora, fábrica e franquias das três marcas – registrou crescimento de 5,4% em 2011, chegando ao faturamento de R$ 450 milhões. No período, foram abertas 44 unidades.

Hoje o Trigo conta com 334 restaurantes e o objetivo é, ao longo do ano, inaugurar 60 novos pontos para as três marcas do grupo, chegando a aproximadamente 400 lojas.

Mudança de nome:
Umbria é uma região na Itália em que se encontra a cidade de Spoleto. Com o crescimento do grupo ao longo dos últimos anos e a diversidade das marcas, a empresa resolveu adotar outro nome que não ficasse restrito a uma de suas três redes de alimentação. Foi promovido um concurso interno para buscar sugestões e assim nasceu o novo Grupo TRIGO a partir de 23 de janeiro de 2012.

Fonte: Assessoria de imprensa

Quer saber mais sobre as franquias Spoleto? Acesse: http://www.franquia.com.br/franquia/spoleto

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin


Sharing anuncia expansão por franquias

22/02/2012
A Franchise Store, primeira loja de franquias da América Latina, tem uma nova marca em seu portfólio. A Sharing Ortodontia Especializadaoferece instalação e manutenção de aparelhos corretivos, além de clareamento a laser instantâneo. A rede está expandindo o negócio de franquias e pretende encerrar o ano com 24 novas unidades. Hoje, são nove franquias e uma loja própria, todas concentradas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O plano de crescimento prioriza as praças do Sul e Sudeste, sobretudo em lojas de rua. O principal diferencial da marca é que o franqueado não precisa ser dentista e cada franquia pode ter até três sócios. “A Sharing trabalha com um negócio que tem uma das maiores rentabilidades do mercado. Além disso, a rede oferece cartões de fidelidade, que concedem descontos em tratamentos, e isso é um chamariz para o público”, afirma Filomena Garcia, sócia da Franchise Store.

O investimento mínimo em uma franquia Sharing é de R$ 180 mil com retorno previsto em 12 meses. O ticket médio é de R$ 115 e o faturamento por unidade é de aproximadamente R$ 50 mil mensais.

Fonte: Alshop
Para saber mais sobre as franquias da Sharing Ortodontia Especializada, acesse: http://www.franquia.com.br/franquia/sharing_ortodontia_especializada

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin