Max Sushi dá toque brasileiro à culinária japonesa

12/03/2012

A Max Sushi, primeira franquia de self service de comida japonesa do Brasil, quer expandir o negócio e encerrar 2012 com 6 novas lojas. Original de Goiânia, a marca possui 3 unidades próprias e 5 franqueadas em Goiás, Belo Horizonte, Brasília e Santos.

O plano de crescimento foi desenhado pela Franchise Store, primeira loja de venda de franquias do mundo, e contempla as principais capitais do país. Nos restaurantes da rede, todos os pratos são feitos na hora e o peixe é fresco.  São mais de 20 tipos de sushi, sashimi e temaki, inclusive de salmão, além dos pratos quentes shimeji e yakissoba. Os molhos são uma atração à parte.  Criados pelos donos da Max Sushi, são feitos com morango, maracujá e abacaxi e dão um sabor abrasileirado a comida japonesa.“Além da novidade do fast food, o Max Sushi conseguiu dar um toque brasileiro à culinária japonesa. A mistura de peixes e raízes com o sabor das frutas tropicais deixa o prato muito mais saboroso. Além disso, a rede não trabalha com peixes congelados e desenvolve fornecedores regionalmente, o que torna a comida mais fresca e saudável”, diz Filomena Garcia, diretora da Franchise Store.

O investimento mínimo em uma franquia da rede é de R$ 255 mil e o retorno previsto é em 24 meses. O faturamento médio por loja gira em torno de R$ 200 mil. Para saber mais sobre as franquias Max Sushi, acesse: www.franquia.com.br/franquia/max-sushi

 image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin

Anúncios

Spoleto cresce em 2011 e grupo inicia o ano com novo nome

22/02/2012

 

A rede Spoleto obteve em 2011 faturamento de R$ 402 milhões, 16% a mais do que em 2010 e acima do projetado para o ano. Seu crescimento físico também foi significativo, alcançando a marca de 11%, resultado da inauguração de 28 novas lojas. A estimativa para 2012 é manter o mesmo ritmo de crescimento e abrir 30 novas unidades, chegando ao faturamento de R$ 471,2 milhões (o equivalente a 17% de crescimento). Hoje a rede possui 311 restaurantes. São 283 no Brasil e 28 no exterior – 26 no México e duas na Espanha.

O Spoleto pertence ao grupo TRIGO (antigo grupo Umbria), 100% brasileiro de gestão de food service, formado ainda pelas redes alimentícias Domino’s Pizza e Koni Store. O sistema – que engloba a controladora das lojas próprias, distribuidora, fábrica e franquias das três marcas – registrou crescimento de 5,4% em 2011, chegando ao faturamento de R$ 450 milhões. No período, foram abertas 44 unidades.

Hoje o Trigo conta com 334 restaurantes e o objetivo é, ao longo do ano, inaugurar 60 novos pontos para as três marcas do grupo, chegando a aproximadamente 400 lojas.

Mudança de nome:
Umbria é uma região na Itália em que se encontra a cidade de Spoleto. Com o crescimento do grupo ao longo dos últimos anos e a diversidade das marcas, a empresa resolveu adotar outro nome que não ficasse restrito a uma de suas três redes de alimentação. Foi promovido um concurso interno para buscar sugestões e assim nasceu o novo Grupo TRIGO a partir de 23 de janeiro de 2012.

Fonte: Assessoria de imprensa

Quer saber mais sobre as franquias Spoleto? Acesse: http://www.franquia.com.br/franquia/spoleto

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin


Sharing anuncia expansão por franquias

22/02/2012
A Franchise Store, primeira loja de franquias da América Latina, tem uma nova marca em seu portfólio. A Sharing Ortodontia Especializadaoferece instalação e manutenção de aparelhos corretivos, além de clareamento a laser instantâneo. A rede está expandindo o negócio de franquias e pretende encerrar o ano com 24 novas unidades. Hoje, são nove franquias e uma loja própria, todas concentradas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O plano de crescimento prioriza as praças do Sul e Sudeste, sobretudo em lojas de rua. O principal diferencial da marca é que o franqueado não precisa ser dentista e cada franquia pode ter até três sócios. “A Sharing trabalha com um negócio que tem uma das maiores rentabilidades do mercado. Além disso, a rede oferece cartões de fidelidade, que concedem descontos em tratamentos, e isso é um chamariz para o público”, afirma Filomena Garcia, sócia da Franchise Store.

O investimento mínimo em uma franquia Sharing é de R$ 180 mil com retorno previsto em 12 meses. O ticket médio é de R$ 115 e o faturamento por unidade é de aproximadamente R$ 50 mil mensais.

Fonte: Alshop
Para saber mais sobre as franquias da Sharing Ortodontia Especializada, acesse: http://www.franquia.com.br/franquia/sharing_ortodontia_especializada

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin


Zarkha adota sistema de franquias para alavancar negócios

17/02/2012
A indústria calçadista brasileira pode atualmente vivenciar problemas por conta da concorrência com os produtos asiáticos, mas no ramo varejista, o mercado de calçados não para de crescer e inclusive atrair novas bandeiras para a área de franquias. É o caso da marca cearense de calçados masculinos e femininos Zarkha, que acaba de entrar no franchising e quer ter presença em ao menos 6 das principais capitais do Brasil.
Hoje a rede tem duas lojas próprias nos principais shoppings de Fortaleza, e seu plano de expansão, que está sob a coordenação da Franchise Store, envolve um crescimento coordenado, como aponta Filomena Garcia, sócia da Franchise Store . A Zarkha tem arquitetura original e diferenciada, além de produtos sofisticados: “É uma marca consolidada no Ceará e quer abrir as portas para consumidores de todo o País”.

Criada há aproximadamente 25 anos, quando os proprietários decidiram comprar  um lote de sapatos em promoção em uma loja do Rio de Janeiro, a bandeira passou, ano passado, a abrir uma marca própria com produtos focados no público A e B.

No caso de empreendedores interessados na marca, o investimento mínimo da franquia é R$ 405 mil, com retorno previsto em até 24 meses. O faturamento por loja gira em R$ 120 mil por mês, e o tíquete médio é de R$ 200.

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin


Ortodontic Center abre unidade em Foz do Iguaçu, no Paraná

24/01/2012

A Ortodontic Center, rede de franquias de clínicas odontológicas presente em todas as regiões do país, continua em ritmo acelerado e abrirá uma nova unidade, desta vez em Foz do Iguaçu no Paraná.

A franqueada Elizangela Ruiz, de 32 anos, é cirurgiã dentista especialista em implantodontia. Ela, que já possui negócio próprio, resolveu investir no setor de franchising pela segurança que o setor inspira. “É um negócio já testado, aprovado, com nome forte e suporte ao franqueado, reduzindo assim sensivelmente os riscos do investimento”, afirma.

A escolha da Ortodontic Center se deu devido à credibilidade da empresa. “Por acreditar na capacidade e competência da rede; por estar em ascensão e possuir potencial para um crescimento de mercado sólido no país, tendo assim a possibilidade de crescimento em parceria.”, completa a empresária.

Em 2011, a rede de franquias alcançou o faturamento de R$ 25 milhões. Dando continuidade ao plano de expansão a Ortodontic Center pretende inaugurar 50 franquias em 2012. “Este ano, nossa aposta são as conversões de clínicas, com a facilidade de investimento, a procura pela marca aumenta em 60%”, afirma o franqueador, Fernando Massi.

Sobre a Ortodontic Center

A Ortodontic Center foi fundada em 2002, por quatro colegas formados em odontologia pela Universidade Estadual de Londrina (Fernando Massi, Ana Lucia Massi, Claudia Consalter e Edmilson Antonio) após decidirem se unir e criar uma clínica norteada totalmente por conceitos empresariais: a Ortodontic Center.

A marca é uma rede de clínicas odontológicas que opera por meio do sistema de franquias. O foco principal é o empreendedorismo e a gestão. Ou seja, tornar a odontologia uma atividade de alto retorno financeiro aliando excelência técnica, qualidade material, estrutura interna e o bom relacionamento com os clientes.

Atualmente a rede possui 38 unidades espalhadas em mais de dez estados, além do Distrito Federal.

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin


Empório Bijux inaugura loja no Shopping Ibirapuera

24/01/2012

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin


Century 21 Brasil Real Estate expande operação para o Uruguai

24/01/2012

A CENTURY 21 Brasil Real Estate, operação brasileira da CENTURY 21®, maior franquia imobiliária do mundo, expandirá seus negócios para o Uruguai a partir deste ano. A primeira agência da Marca no país será aberta em março, em Punta Del Este. A previsão é de que outras cinco lojas sejam instaladas em território uruguaio nos próximos meses.

De origem americana, a CENTURY 21 está presente em 73 países, com 122 mil corretores e mais de oito mil franqueados, jurídica e financeiramente independentes. No Brasil, o Sistema está em operação desde julho de 2008, e atualmente conta com 127 franqueados em 21 Estados mais Distrito Federal.

A abertura de lojas da Marca no Uruguai é o primeiro passo de um plano de expansão que pretende abranger outros países da América Latina. O objetivo, segundo o Co-Fundador da CENTURY 21 Brasil Real Estate, Tony Martinez, é ampliar as possibilidades de negócios dos franqueados entre os dois países.

“Nossa presença nos EUA e na Europa cria canais pelos quais os nossos Parceiros podem fechar negócios por meio de outras agências do Sistema”, diz. “Já na América do Sul, nossa presença será extremamente fortalecida com a expanção ao Uruguai, onde esperamos acrescer o nosso negócio em 15% em faturamento já estabelecido em nosso plano de ação agressivo”.

Todas as operações no Uruguai serão conduzidas pelo mesmo grupo empresarial. “Acreditamos que nossa equipe representará excepcionalmente bem a marca no Uruguai. Juntos, nós também estamos negociando parcerias entre os franqueados de agências de ambos os países para aumentar a presença da marca, a capilaridade e o potencial da C21 no mercado imobiliário”.

O Presidente & CEO da CENTURY 21 Brasil Real Estate, Ernani Assis, também será o presidente & CEO da Marca no Uruguai. “Expandir e ser recebidos no Uruguai nos dá muito orgulho. Temos o compromisso e uma responsabilidade muito grande com as famílias uruguaias, e não mediremos esforços para, não apenas implementar boas práticas na indústria local, mas também fazer a diferença oferecendo, com atenção e profissionalismo, tranquilidade e segurança em todas as transações imobiliárias”.

image

icone-facebookicone-twittericone-linkedin