Mr. Mix inaugura primeira unidade em Alphaville

24/02/2011

Rede dobrou faturamento em 2010 com seus milk shakes personalizados. A expansão segue pela região Sudeste neste ano

clip_image001

A Mr. Mix, maior rede especializada em milk shakes do Brasil, acaba de inaugurar uma unidade em Alphaville, na Grande São Paulo.  

A nova loja está instalada no Centro Comercial de Alphaville, mais precisamente na Calçada das Margaridas, número 75, e é dirigida pela publicitária Samantha Donadio, que sempre teve interesse em trabalhar com milk shakes e encontrou na Mr. Mix a ponte para a realização desse sonho.

“Cheguei a pesquisar outras opções de franquias, mas a Mr. Mix foi a que superou minhas expectativas por conta da qualidade do produto, diferencial da rede, e também o preço”, explica.

Samantha conta que, com o sucesso desse projeto, tem planos de expandir o negócio e abrir mais uma franquia Mr. Mix.

Antes de decidir por Alphaville foi realizada uma pesquisa de mercado onde se constatou que não existiam lojas especializadas em milk shakes na região. Além disso, a aceitação do produto entre o público local é grande. 

Sobre a Mr. Mix

A Mr. Mix possui 23 lojas distribuídas pelo País e outras 12 em fase de implantação. A primeira unidade foi inaugurada em fevereiro de 2006, em Porto Ferreira, interior de São Paulo.

A proposta da empresa é ser referência em produtos de qualidade, saudáveis e diferenciados, ofertados a preços acessíveis e aliados a um ambiente personalizado e divertido.

image

Anúncios

Clederson Cabral da Mr. Mix, capa da revista Exame PME!

13/01/2011

Chega de Choro

Cinco estratégias para comprar matéria-prima e serviços que cortam custos numa pequena ou média empresa — e por que elas são bem melhores do que implorar por descontos

luci 014 (2)

Já se falou um bocado que controlar custos é essencial em pequenas e médias empresas em expansão — e todo empreendedor minimamente cuidadoso, pelo menos uma vez na vida, tratou de eliminar alguma despesa para não ter de aumentar seus preços ou sacrificar a rentabilidade. Nessa luta diária se encontra todo tipo de gasto candidato à tesoura, como o papel da impressora, o cafezinho ou os copos descartáveis. Mas é nas compras, onde os gastos começam, que está uma das oportunidades mais interessantes de obter reduções de custos realmente significativas. É por isso que tantos pequenos e médios empresários se preparam para, ao negociar com seus fornecedores, ter bons argumentos na ponta da língua para clamar por preços menores.

Pedir desconto é bom — muitas vezes dá certo mesmo. O problema é que o crescimento de uma empresa não pode depender disso. O presidente americano Abraham Lincoln disse que é possível enganar alguns todo o tempo e todos por algum tempo — mas não todos o tempo todo. Parafraseando-o, pode-se conseguir descontos de alguns fornecedores por todo o tempo e de todos os fornecedores por algum tempo. Mas uma pequena ou média empresa não consegue descontos de todos os fornecedores o tempo todo. A seguir, cinco empreendedores contam como conseguiram reduzir significativamente os custos fazendo compras com inteligência.

Todo dia a administradora Fernanda Cabral, de 29 anos, acessa sites que informam a cotação do açúcar e do leite. Ela também lê boletins com a previsão do tempo e análises do mercado de commodities. “Preciso saber com antecedência se os preços estão para subir ou cair”, diz ela. “Quando estão em baixa, é hora de comprar.” Fernanda fala como se operasse na Bolsa Mercantil de Chicago. Ela se tornou especialista no assunto ao fazer as compras da rede paulista de milkshakerias Mr. Mix, que pertence a ela e ao marido, o administrador Clederson Cabral, de 35 anos…

Acesse o site e leia a matéria na íntegra: http://exame.abril.com.br/revista-exame-pme/edicoes/0032/noticias/chega-de-choro

image


Nosso cliente Mr. Mix na revista PEGN!

13/01/2011

Franquia barata?

O quiosque que deu certo!

image

Primeiro, Marcos Pimentel, 35 anos, abriu uma loja da rede de milk-shakes Mr. Mix. Oito meses depois, em maio de 2010, resolveu investir em um quiosque da mesma marca. “Eu queria um negócio com custos operacionais e de manutenção reduzidos”, diz. No modelo tradicional, gastou R$ 140 mil. No compacto, R$ 120 mil. Em novembro, Pimentel já havia conseguido o retorno do investimento do quiosque — ou seja, em um prazo de seis meses. O da loja, instalada em um shopping de Rio Claro, no interior de São Paulo, só deve vir no meio do ano que vem.
Com a ajuda da Mr. Mix, ele conseguiu negociar um ponto bem localizado em um shopping de Campinas para instalar o seu quiosque. Como por ali haviam passado outras redes, já existia estrutura de água e esgoto, uma grande vantagem para quem opta pelo setor de alimentação.
Pimentel não teme ser retirado do local. “Vendo uma média de 180 milk-shakes por dia. Com isso, calculo que vou faturar R$ 200 mil em 2010”, diz. Para não ter atritos com o shopping, ele se esforça para ser um bom inquilino. “Faço ações promocionais e tenho uma estética que está de acordo com os padrões desejados.”

Acesse o site e leia a matéria na íntegra: http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI192223-17171,00-FRANQUIA+BARATA.html

image


Mr. Mix dobra de tamanho

05/07/2010

image

image


Rede de milk-shakes Mr.Mix reforça expansão

01/04/2010

image

O shake do macaco louco. Ele trabalhou com cerveja e cachaça, mas gostava mesmo era de sorvete. “Eu tinha passado pela Ambev e estava na 51 quando percebi que podia aproveitar a bacia leiteira da região”, disse o empresário Clederson Cabral. Foi assim que em 2006 ele abriu a primeira loja especializada em milk-shake, a Mr. Mix, em Porto Ferreira, interior de São Paulo. “O objetivo era ter uma segunda fonte de renda, mas eu me surpreendi com o resultado. Na sequência abri em Paulínia e chamei a atenção da indústria de franquias, inaugurando a primeira em 2008.” Hoje, a empresa tem 19 lojas, sendo 17 franqueadas concentradas no interior de São Paulo. Uma unidade fora da curva – cada loja tem 30 m2 – foi aberta em São Paulo com 17 m2. “A área é muito pequena, mas o ponto na Consolação com Maria Antônia muito bom.” Agora sob orientação da Franchise Store, o projeto é chegar a 32 lojas , em especial em shoppings de São Paulo, Rio e Minas Gerais. “Estamos desenvolvendo também um modelo de quiosque para acelerar a expansão. Vai ser o desafio do caipira nas capitais.” Uma franquia da Mr. Mix custa R$ 115 mil e o retorno previsto é em 18 meses.

Em setembro de 2009, Cabral montou uma planta de pasteurização em Sumaré com investimento de R$ 1,5 milhão. “Hoje, ela tem a capacidade para atender até 50 lojas.” Por mês, a rede vende 150 mil milk-shakes, com a atual estrutura. Quando começou, a Mr. Mix chegou a ter 80 sabores. “O consumidor fica confuso com tantas ofertas. Restringi o cardápio a 50 variedades.” Na mini-loja de São Paulo, por exemplo, o sabor mais vendido é o cupuaçu. No interior, o público mais acostumado a marca quer novidades. “O que tem feito sucesso nessas praças é o macaco louco, milk-shake de banana com pedaços de chocolate.” Para o inverno, Cabral lança o milk-shake quente ou hot-shake. “É uma bebida cremosa, servida a 60 graus em sabores como banana com canela, brigadeiro, ‘Ferrero Rocher’.”

image


Conheça a opinião dos novos franqueados Mr. Mix

19/03/2010

O Casal Carolina Turner e André Martins estiveram na Franchise Store e conheceram a Mr. Mix, veja o que eles dizem:

image

“A base de todo grande negócio é a visão. E todo grande negócio não começa da noite para o dia, é preciso estar disposto a assumir desafios, é preciso acreditar no seu potencial de fazer as coisas acontecerem. Escolhemos a Mr Mix porque acreditamos que ela tem um futuro promissor. É uma empresa que está crescendo rapidamente em virtude da qualidade de seus produtos. Nós fomos conhecer a fábrica da empresa e também seu fundador (Cabral) e pudemos perceber que trata-se de um homem de visão o qual acredita no potencial do seu produto e se preocupa muito com a qualidade do mesmo. Isso é fundamental, hoje em dia as pessoas procuram qualidade e não preço. Os consumidores de hoje são exigentes, eles se preocupam com a marca, com o sabor e isto inclui também o ambiente. Não é a toa que as grandes franquias do mundo inteiro agradam o seu público, cada qual dentro do seu segmento, pois elas fazem isso muito bem. Pudemos perceber que a Mr. Mix possui essas características, as quais com certeza a levarão ao topo do mercado neste segmento. Estamos abrindo nossa primeira loja e é claro que nós não vamos parar por aí, nosso objetivo é expandir a marca por toda a nossa região, ou seja, ampliar essa visão, pois há um mercado grande aí fora pra ser conquistado. Isto é apenas o começo.

Carolina Turner e André Martins


Confira fotos do espaço da Franchise Store na HSM ExpoManagement 2009

08/12/2009

A Franchise Store participou da 9ª edição da HSM ExpoManagement. Este é o maior evento de gestão do Brasil e contou com a presença de 21 mil executivos de todo Brasil.

Os visitantes que passaram pelo espaço da Franchise Store puderam conhecer melhor as marcas: Andarella, Jardim Espresso, Empório Body Store, Elementais, Griletto, Hoken, Instituto da Costura, Instituto Embelleze, City Shoes, Microlins Mix, Missbella, Mr. Mix, O Pedaço da Pizza, Onodera, Pelé Club, Petit, QG, Star Point, Swains, Tacontento, Uniorto, Yoggi.

Confira algumas fotos de nosso espaço:

Confira mais fotos em nosso album no Flickr.

Quer receber mais notícias como esta? Cadastre-se aqui!